Reportagem sobre Trombofilia no Programa Bem Estar da Rede Globo

Buenas tentantes,

Como está a rotina de vocês? Às vezes não dá vontade de parar tudo e dizer, agora vou só me dedicar e pensar no meu futuro bebê: vou olhar roupas, decoração para o quarto, roupas para grávidas. Mas infelizmente a gente não pode fazer isso! Bem pelo contrário. Sempre ouço que a gente deve se desligar, esquecer, relaxar. Mas, é difícil. Minha sogra tentou por 6 anos engravidar, fez exames que na época eram disponíveis, passou por diversos médicos, todos diziam a mesma coisa – “vocês estão prontos para engravidar”. Pois um dia um médico bem velhinho e conhecido na região disse – “Vocês tem que tirar férias. Vão, passem um mês se divertindo, fora da rotina e vocês voltarão grávidos. Não deu outra! hehehehe … Adoro estas histórias.

Bom, o papo tá bom, mas vim aqui para comentar com vocês a reportagem do programa Bem Estar da rede Globo, do dia 09/12/2014. Eles falaram sobre trombose e trombofilia. E em uma das reportagens, mostraram uma mãe que tem SAF e que durante toda a gravidez usou a injeção subcutânea de heparina. A bebê dela já está grande e linda, e ela até já tinha uma filha com uns 6 anos. Ela descobriu a doença só quando foi tentar o segundo. Achei muito confortante esta reportagem, parecia que estavam falando comigo. heheheheh Vale a pena dar uma olhada e dar uma “injeção de ânimo” no coração e na alma.

Trombofilia pode ser controlada com remédios anticoagulantes e exames de sangue semanais

Segue o link: http://globotv.globo.com/rede-globo/bem-estar/t/edicoes/v/trombofilia-pode-ser-controlada-com-remedios-anticoagulantes-e-exames-de-sangue-semanais/3819361/

Digam aí o que vocês acharam…

Beijos e até o próximo post.

Anúncios

Crise de ansiedade | Fluoxetina na Gravidez

Buenas meninas,

Hoje venho contar o que aconteceu nestes últimos 3 meses que não estive por aqui.

Com a tensão do trabalho e mais a expectativa de engravidar e ter que tomar uma injeção por dia (leia no post anterior para entender melhor ), me deu uma crise de ansiedade: tremor, nervosismo, pressão nas mandíbulas, aperto no peito, falta de ar para dormir, etc. Isso aconteceu forte em um dia, e nas demais 3 semanas foram mais fracas. Assim procurei por um psicólogo que me encaminhou a um psiquiatra. Este me diagnosticou com crise de ansiedade e me receitou a fluoxetina (20 mg – 1 comprimido ao dia).

Com isto resolvi novamente dar um tempo na tentativa da gravidez. Precisava ficar bem novamente para conseguir engravidar.

Tomei 4 caixas da fluoxetina. Conversando com os psiquiatras eles me disseram que eu poderia tomar a fluoxetina durante a gravidez, mas indicaram que eu parasse no mínimo nos 3 primeiros meses. Já quanto a misturar ela com a injeção de heparina (para meu problema com SAF), eles não sabiam ao certo me dizer se eu poderia.

Voltei a consultar com minha ginecologista obstetra, especialista em infertilidade, e ela me disse que eu poderia tomar os dois juntos, fluoxetina e as injeções de heparina, sem problema. Ela também confirmou que o ideal era parar a fluoxetina, mais em função da formação do bebê, mas que se eu sentisse a real necessidade, eu poderia tomar sob orientação médica.

E assim estou fazendo! Há quase uma semana parei de tomar a fluoxetina e voltei a tentar a engravidar.

Deus é tão maravilhoso que, as sensações que tive depois da crise e que estava com medo de ter novamente quando parasse com o remédio, não estou mais sentindo. Deve ser a felicidade por finalmente estar voltando a tentar engravidar. Espero que desta vez dê tudo certo.

Vocês conhecem alguém que tomou fluoxetina da gravidez? Contem pra mim.

Beijos e até o próximo post.

Priscila Paim

Tratamento da SAF | Solicitação das injeções na Secretaria de Saúde

   Buenas meninas!
 
   Hoje vou contar como será meu tratamento para a SAF (leia na página de abortos) e como conseguir os remédios de graça.
   Como havia explicado, após meu segundo aborto descobri que eu tenho a SAF – SÍNDROME DO ANTICORPO ANTIFOSFOLÍPIDE. Para o meu tratamento foi indicada a Heparina. São injeções subcutâneas, diárias, durante toda a gravidez, que eu mesma vou aplicar em casa.
   Sobre a heparina, ela tem nome comercial CLEXANE, e para mim foi receitada a de 40mg. Cada caixa vem duas injeções, e esta custa em média, com desconto nas farmácias populares de Porto Alegre/RS, R$77,00. Uau! Como tenho que tomar durante toda a gravidez, e todos os dias, é um tratamento muito caro. Foi então que minha médica indicou que eu solicitasse a Secretaria de Saúde, através da Defensoria Pública.
   Pedido a Defensoria Pública
   A Defensoria Pública atende em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, na Rua Sete de Setembro, 666 (atrás da Casa de Cultura Mário Quintana), de segunda a quinta, das 8h30 às 10h30 e das 13h30 às 15h30. Para a abertura do processo eles me solicitaram:
– Laudo médico bem detalhado (explicação da doença, nome da substância química comercial, histórico da progressão da doença, por quanto tempo tenho que tomar, porque não foi indicado um remédio que conste na lista de remédios do SUS (quando há similares disponíveis), quais os perigos para minha saúde, entre outras coisas);
– Negativa da farmácia do estado (retirar na Avenida Borges de Medeiros, 536, 2º andar – Porto Alegre/RS, tem uma foto no instagran do documento que a médica tem que dar para retirar esta negativa);
– Receita do remédio;
– Cópia dos meus documentos pessoais (RG, CPF, Comprovante de Endereço, Comprovante de Renda e carteirinha do SUS ou plano de saúde);
– Três orçamentos, do remédio, solicitados em Farmácias Populares.
– Exame HGC positivo.
   O Juiz tem de 10 a 20 dias para dar o resultado da solicitação. No caso de deferimento do meu pedido, o juiz pode, ou solicitar que o valor para a compra dos remédios seja depositado em minha conta ou ele passa uma autorização para eu retirar todos os meses na Farmácia Popular da Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre.
   Assim que eu tiver o resultado, aviso aqui no blog. Até lá!
 
 

Continuar lendo